quarta-feira, 22 de junho de 2011

Devo castrar meu bichinho?

Essa é uma das perguntas mais ouvida por nós veterinários durante as consultas de rotina. E a resposta é SIM, você deve castrar o seu bichinho. Independente da idade, do sexo, ou da espécie. A castração pode salvar a vida do seu melhor amigo. 
Muitas pessoas tem receio de castrar devido a cirurgia, anestesia, idade do animal e pós operatório. O propósito deste texto é esclarecer a importância da castração, e desmistificar os tabus de muitos proprietários de cães e gatos.
Em primeiro lugar você deve procurar um(a) veterinário(a) de sua confiança, somente um profissional é capaz de realizar esse procedimento.
A castração nada mais é do que uma esterilização, na fêmea é retirado o útero e os ovários (ou seja, ela não entra mais no cio e nem pode ter filhotes) e nos machos é retirado o testículo, não há produção de espermatozoides.
Existe uma série de exames pré-operatórios que são feitos para que seu animal tenha uma segurança durante a anestesia geral, mesmo se ele for um cão idoso. O ideal é coletar os exames para que os resultados nos mostre como estão os órgãos vitais do seu bichinho, se ele está saudável ou se há necessidade de utilizar medicações anestésicas indicada para a idade ou um problema específico que ele apresente.
A recuperação também é muito tranquila. Os machos nem percebem que foram castrados, a não ser pela necessidade da utilização do colar elizabetano (o famoso abajour), que evita a lambedura e a vontade que eles tem de arrancar os pontos. Já as fêmeas podem trocar o colar por uma roupinha cirúrgica, que protege os pontos evitando que elas cocem e prejudiquem a cicatrização. Quem mais se incomoda com isso são as gatas, e as cadelas que não gostam de usar roupa. Normalmente os pontos são retirados após 10 dias de cirurgia.
Castrar seu animal é um ato de responsabilidade e ao mesmo tempo uma prova de amor, pois é assim que conseguimos criar um controle populacional e diminuir o número de animais na rua, a esterilização impede a reprodução dos animais, evitando assim crias indesejáveis e mais filhotinhos abandonados pelo mundos!


Mas a importância de castrar não é apenas para diminuir o excesso de animais abandonados. É também uma questão de saúde, e a castração precoce pode evitar uma série de doenças tanto no macho quanto na fêmea.


Em cães e gatos: Quanto mais novinho castrar é melhor, evita a demarcação de território, fugas, e torna o gato ou o cão mais caseiro e dócil. Além de reduzir o risco de câncer de próstata bem comum em 90% dos cães adultos não castrados.
Em cadelas e gatas: Evita o desenvolvimento de tumor de mama, e a piometra, uma infecção uterina bem comum em cadelas e gatas não castradas que normalmente, quando não diagnosticada a tempo leva o animal a óbito. Os animais ficam dóceis e caseiros, e no caso das gatas aqueles miados estridentes são completamente eliminados.
  • A castração não deixa os animais obesos, porém é importante manter uma alimentação saudável e uma rotina de exercícios físicos. Quanto mais novo os animais forem esterilizado mais difícil são as chances de engordarem.
  • Os cães castrados continuam com as mesmas características de antes, ou seja, se ele sempre defendeu um território, ou fez a guarda da sua casa/empresa, ele vai continuar desempenhando muito bem esse papel. O instinto e personalidade não mudam com a castração.
  • Se você pensa em cruzar seu animal, por isso ainda não o castrou, então saiba que, a idade máxima para que eles tenham filhotes (tanto machos quanto fêmeas) é até os 6 anos. Após essa idade, é muito arriscado, tanto para a mãe quanto para os bebês. É comum ocorrer problemas durante o parto, e os filhotes podem nascer com defeitos. Atenção: Quando pensar em cruzar seu animal, tenha consciência para quem estará doando ou vendendo, já se programe, pois uma cadela pode dar a luz de 4 a 8 filhotes, e uma gata de 2 a 6 gatinhos, sendo um número BEM VARIADO, dependendo do tamanho do animal.
LEMBRE-SE: Você terá que arcar com vacinas, vermífugos, medicações e rações especiais que são necessárias tanto no pré-natal quanto no pós-natal. Colocando na balança você não acha que compensa bem mais castrar?
E não preciso repetir algo que todos já sabemos!


ABANDONO DE ANIMAIS É CRIME!


Dica: Fique atento ao twitter do @bichoselivros que sempre posto dicas de locais de castração GRATUITOS, ou com preço mínimo! 


Consulte sempre o seu veterinário!!!

Um comentário:

  1. Adorei as dicas, Ju! Sempre tive dúvidas mesmo sobre a castração de animais, pois eu achava que era uma verdadeira maldade. Não sabia que prevenia tantas doenças e complicações assim!

    Obrigada por compartilhar estas informações! :)

    Abraços,
    http://leitorasanonimas.blogspot.com

    ResponderExcluir